Alguns artistas são pedra de tropeço no caminho dos outros

Este artigo foi inspirado na conversa que tive recentemente com uma jovem artista, que me falou das sugestões pornográficas que um colega mais velho lhe tinha feito para que pudesse ver abertas as portas para o sucesso.

Daqui há alguns anos, quando o futuro se tornar passado, algumas pessoas andarão de esquina em esquina a lamentar falta de reconhecimento por suposto trabalho que fizeram em prol da música gospel.

Outras, talvez poucas, não precisarão apregoar os seus feitos, talvez nem se lembrarão do bem que hoje fazem à muita gente. Com certeza, ouvirão seus nomes em lugares nunca imaginados, pelas melhores razões.

Neste segundo grupo, acredito, não constarão aquelas pessoas “especializadas” em colocar barreiras no caminho dos outros, sobretudo aos novos talentos.

Ao longo de vários anos de trabalho pela música gospel, registo histórias de jovens que humilhados por artistas que tinham/têm como referências e com os quais gostariam de trabalhar ou receber alguma palavra de orientação.

Sei de pessoas que preferiram desistir da música para não se sujeitarem a humilhação.

Compreendo que o mais humilde dos artistas consagrados, não tenha tempo para atender e aconselhar toda gente que lhe procura. O que não compreendo é que ele agende e crie expectativas que de antemão sabe que não irá satisfazer.

Imprevistos acontecem, é verdade, mas há formas de mitigar os seus efeitos.

Não entendo e não aceito, que um consagrado, queira usar seu conhecimento, experiência e network como moeda de troca para favores sexuais com uma colega ou aspirante.

“Isso acontece no gospel? Fogo!”, desabafou certa vez um amigo durante uma conversa.

É verdade, acontece e muito além do que as vezes imaginamos.

Embora as vítimas hoje tenham algum receio de denunciar, não sabemos se também será assim amanhã. O certo é que essas pessoas que colocam obstáculos no caminho das outras, embora figurem como grandes referências da música gospel hoje, poderão ser, amanhã, referenciadas de forma negativa.