Dom Benedito Roberto

Dom Benedito Roberto

Faleceu aos 74 anos, vítima de doença, D. Benedito Roberto, arcebispo de Malanje

A Igreja angolana está de luto pela morte, aos 74 anos de idade, de D. Benedito Roberto, arcebispo de Malanje, vítima de doença.

Dom Benedito Roberto
Dom Benedito Roberto

A Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), a Igreja e a sociedade angolana em geral, manifestam consternação e apelam à oração pelo eterno descanso de D. Benedito Roberto, arcebispo de Malanje que partiu para a casa do Pai, neste domingo (08/11), vítima de doença.

Para muitos foi-se um pai, amigo, conselheiro e um “bispo todo o terreno”, ou seja, aquele que apesar das adversidades das péssimas estradas, do clima e outras intempéries, nunca deixou de visitar as localidades mais longínquas da sua arquidiocese, comunidades estas que enfrentam inúmeras dificuldades, prova disso foi a sua mais recente visita pastoral à comunidade de Xá Muteba, a 24 de outubro.

Regressado desta visita pastoral a 28 de outubro, D. Benedito já não era o mesmo”, assim relatou com tristeza um dos correspondentes da Emissora Católica de Angola, em Malanje, que o acompanhou na sua digressão pastoral. Na noite de domingo D. Benedito deixava a vida terrena e partia para a eternidade.

Lembramos aqui as palavras do arcebispo de Malanje que sempre apelou para a promoção do amor ao próximo, a boa governação e a justa distribuição da riqueza nacional.

Em comunicado os Bispos da CEAST, na voz do Secretario Executivo Padre Correia Hilário, manifestaram consternação e apelaram à oração dos fiéis pelo eterno descanso de D. Benedito Roberto.

O Bispo de Cabinda e porta-voz da CEAST, D. Belmiro Cuica Chissengueti, lembrou os longos anos de amizade com D. Benedito Roberto. Com ele partilhou bons momentos como confrades na Congregação dos Missionários do Espírito Santo, aliás foi D. Benedito que o recebeu no Seminário Menor do Espírito Santo em julho de 1984.

E o bispo da diocese do Luena, D. Jesus Tirso Blanco, caracterizou D. Benedito Roberto como um homem sábio e comunicador, que sempre amou a Igreja.

Nascido a 5 de novembro de 1946 em Mussende, província do Kwanza Sul, ingressou na Congregação do Espírito Santo nos idos anos de 60. Depois do noviciado feito em Fraião, Portugal, emitiu os seus primeiros votos na Congregação do Espírito Santo como Irmão Consagrado, tendo sido colocado em Malanje. Depois de alguns anos decidiu avançar para o sacerdócio, tendo frequentado o Seminário Maior de Cristo Rei, no Huambo, onde estudou Filosofia e Teologia.

A sua ordenação sacerdotal teve lugar em Malanje, em 1981, tendo sido colocado no seminário Menor do Espírito Santo, no Huambo. No dia 25 de fevereiro de 1996 foi ordenado como bispo da diocese do Sumbe, e a 19 de maio de 2012 o Papa Bento XVI o elevou como arcebispo de Malanje.

D. Benedito Roberto vai a enterrar no próximo dia 13 de novembro, no Cemitério da Kafuma.

Fonte: Vatican News