Marginais assaltam Paróquia de Fátima

A paróquiade Nossa Senhora  da Fátima, em Luanda, foi assaltada durante a madrugada de ontem, por marginais que arrombaram os cofres e destruíram objectos sagrados da Igreja.

Não se sabe o valor roubado destes cofres atirados ao chão. (Foto: DR)
Não se sabe o valor roubado destes cofres atirados ao chão. (Foto: DR)

 
O pároco Filipe Tula, que se negou a prestar declarações ao Jornal de Angola, confirmou, numa missa de baptismo, o assalto no interior da igreja.
Enquanto pedia desculpas pelo atraso da missa, o padre não avançou o valor monetário roubado. Segundo o sacerdote, entre os objectos sagrados destruídos constam uma imagem de Maria, que estava no altar e velas utilizadas na missa. 
“Não vou prestar nenhuma informação à comunicação social, porque acabei de fazer depoimentos ao SIC”, disse o padre à saída do piquete da 6.ª Esquadra da Polícia. 
O SIC (Serviço de Investigação Criminal) e a Polícia Nacional foram chamados logo às primeiras horas da manhã, com vista a analisarem o local do crime. Entre as 6horas e as 13h00, o padre não saiu de perto dos agentes que trabalham para esclarecer o crime. 
O Jornal de Angola contactou o Oficial Dia da esquadra, que remeteu para um agente à paisana que apenas informou, com altivez, que está desprovido de autorização para falar à imprensa sobre o sucedido na paróquia da Igreja Católica. 
Uma madre, contactada no local, confirmou o assalto e, sem avançar o valor real furtado, disse que este não é o primeiro assalto na paróquia, situada a 300 metros de uma esquadra policial.
Fonte: JA