Crise na Fé Apostólica vai à Assembleia

O líder da Igreja Fé Apostólica, chamou a imprensa no último domingo para explicar a sua posição sobre os últimos acontecimentos que abalaram àquela denominação religiosa.
No encontro, que teve lugar nas instalações da Fé Apostólica, no município de Viana, em Luanda, o Bispo Alberto Segunda, anunciou para os próximos dias a realização de uma assembleia geral que passará em revista a situação actual da igreja.
Durante a conversa mantida com os jornalistas, admitiu a existência de problemas internos, sobretudo ao nível liderança que é reclamada pelo  pastor Samuel Paquissi, que segundo o Bispo, querer liderar a todo custo, mesmo sem ter sido eleito.
O Bispo, disse na ocasião,  que a sua missão dentro da igreja, é resolver os principais problemas que venham a por em perigo a vida dos cristãos e não permitir confusões.
O líder religioso, afirmou que os cargos são temporários e que a igreja deve se manter firme e coesa, de acordo com os princípios que a orientam.
Com sede na província do Huambo, a Igreja Fé Apostólica em Angola, foi estabelecida a 09 de Janeiro de 1960. De acordo com as estatísticas feitas recentemente, tem 110 mil membros.