Papa e Bispos angolanos lamentam a morte do arcebispo Desmond Tutu

O papa Francisco e os bispos angolanos enviaram as suas condolências pela morte do arcebispo anglicano e líder anti-apartheid, Desmond Tutu.

Papa e Bispos angolanos lamentam a morte do arcebispo Desmond Tutu

O papa Francisco e os bispos angolanos enviaram as suas condolências pela morte do arcebispo anglicano e líder anti-apartheid, Desmond Tutu.

“O Papa Francisco ficou triste ao saber da morte do Arcebispo Desmond Tutu e oferece as sinceras condolências à sua família e entes queridos”, diz nota assinada pelo Secretário de Estado da Santa Sé, Pietro cardeal Parolin.

“Ciente de seu serviço ao Evangelho através da promoção da igualdade racial e da reconciliação em sua África do Sul, Sua Santidade encomenda sua alma à misericórdia de Deus Todo-Poderoso”, disse o Cardeal Parolin Dom André Soares.

África e o mundo perderam um dos seus melhores filhos, afirmou o Bispo da Igreja Metodista Unida, Emílio de Carvalho, que teve a honra de ser tradutor do arcebispo quando visitou Angola na década de 80. Foi realmente um líder que todo mundo escutava, ganhou o prêmio Nobel da paz, lembrou.

O arcebispo morreu á 26 de dezembro na Cidade do Cabo, aos 90 anos e vai a enterrar dia 1 de janeiro de 2022.